Néctar das Avenidas: Uma pequena embaixada no centro de Lisboa

17 janeiro 2022

'Na Néctar das Avenidas, está representada uma parte significativa do país vinícola. Não em volume, antes numa escolha criteriosa feita por quem, antes de fazer do vinho negócio, já o tinha como paixão.


João Quintela estreou-se no negócio do vinho, de forma oficial, há 10 anos. Com a abertura da Néctar das Avenidas, nem mais. A palavra 'oficial' é mais do que mero detalhe. João não era propriamente um curioso quando trocou a vida de vendedor de material para infantários pela aventura de ter uma garrafeira. Já tinha passado pela tertúlia de enófilos Os Cinco às Oito, habitués da Garrafeira de Campo de Ourique, e pela entretanto extinta Coisas do Arco do Vinho, em Belém, onde integrava o painel de prova. Numa e noutra, aprendeu que uma garrafeira pode ser mais do que apenas uma loja. E imprimiu esse estado de espírito à sua garrafeira quando decidiu fazer do vinho profissão.


Ao seu lado, tem a filha Sara Quintela, que estudou hotelaria sempre com uma certa inclinação para os vinhos, gosto que lhe nasceu de ir acompanhando as provas do pai. São eles os dois que fazem a selecção daquilo que entra nas prateleiras, guiados não necessariamente por gostos pessoais  'até porque divergem com frequência ' mas por um critério de qualidade, valor justo e algum esforço por fugir ao mainstream.


Artigo completo Revista Singular, do Jornal Público: https://www.publico.pt/2021/12/05/edicoes-publico/noticia/nectar-avenidas-embaixada-centro-lisboa-1986002

a pesquisar